Carolina Redig do Brasil: aluna do Programa Intensivo de Inglês da Universidade de Miami, Flórida

Carolina Redig do Brasil: aluna do Programa Intensivo de Inglês da Universidade de Miami, Flórida

Entrevista:

Carolina Redig, aluna do Programa Intensivo de Inglês da Universidade de Miami, Flórida.

Por que você resolveu estudar nos Estados Unidos?

Eu resolvi estudar nos EUA para aprender um inglês fluente.

Por que você escolheu este programa de inglês?

Eu escolhi por indicação de uma amiga e, antes de vir, pesquisei varios outros programas mas esse foi o que mais gostei.

O que você mais gostou de sua experiência como estudante nos Estados Unidos?

Eu conheci gente de todos os lugares do mundo, uma vez que o meu curso é só para alunos internacionais.

Do que você sentiu mais falta/saudade de seu país?

Da minha família e dos meus amigos.

O que mais a surpreendeu em relação à vida e educação nos Estados Unidos?

A qualidade de vida, o ensino e a vida que existe no campus. No Brasil, geralmente a universidade é somente um lugar onde os alunos vão para estudar. Aqui o campus é lindo e enorme e com uma super infra-estrutura que lhe permite estudar tanto dentro como fora da sala de aula.

Como você administrou: …as finanças?

O custo de vida aqui é bem mais caro do que no Brasil, mas sempre conto com a ajuda do meu pai.

…sua adaptação ao sistema educacional americano?

Foi boa; eu realmente gostei. As aulas são super interessantes. Os professores sempre trazem temas que realmente acrescentam cultura e sabedoria a todos nós.

Em que atividades você participou?

Com a UM eu fui para Orlando, Parrot Jungle, Duck Tour e outros lugares os quais eu não me lembro, mas por minha conta eu fui a Daytona e a jogos de futebol americano e trabalho num “pub” da universidade.

Foi fácil fazer amigos nos Estados Unidos?

Foi, principalmente porque no I.E.P. tem muita gente recém-chegada e aberta a novas amizades.

Até que ponto tem melhorado seu inglês?

Eu comecei no outono de 2007 e o meu inglês tem melhorado incrivelmente a cada dia.

Até que ponto sua educação nos Estados Unidos será útil para atingir suas metas e as necessidades de seu país?

Minha meta é promover eventos culturais, mas não só no Brasil, por isso o inglês é essencial; é um “upgrade” no curriculum.

O que você aconselharia a outros estudantes?

Sem dúvida, para que se tiverem a oportunidade, não pensem duas vezes e venham estudar fora também. É uma experiência que amplia seus horizontes.

Show More

SUSA_img_200x55.jpg
Baixe nossas revistas Study in the USA®

Related Schools