Paulo Moraes, estudante brasileiro, estudou no International English Institute (IEI), em Nashville, Tennessee por 8 meses

Paulo Moraes, estudante brasileiro, estudou no International English Institute (IEI), em Nashville, Tennessee por 8 meses

Paulo Moraes, estudante brasileiro, estudou no International English Institute (IEI), em Nashville, Tennessee por 8 meses.

Por que você resolveu estudar nos Estados Unidos?

Eu decidi estudar nos Estados Unidos porque queria adquirir um nível de inglês consideravelmente elevado para ser aceito em uma universidade americana, e também para melhorar as minhas chances de uma carreira profissional bem sucedida.

Por que você escolheu o International English Institute (IEI) para fazer o curso de inglês?

Eu escolhi o International English Institute (IEI) por indicação de uma amiga que tinha estudado lá e também porque a escola é focada em preparar estudantes internacionais para ingressarem em universidades americanas. O programa de estudo é bem estruturado e dividido em cinco áreas (conversação, leitura, escuta, redação e gramática). Para estudantes com nível mais avançado o aprendizado segue uma linha acadêmica orientando o aluno para se preparar para testes que são pré-requisitos para ser aceito em universidades americanas. Além disso, os professores são altamente qualificados (todos possuem no mínimo uma pós-graduação) e experientes.

Do que você mais gostou de sua experiência como estudante nos Estados Unidos?

A interação com a cultura e as pessoas. A cidade em que eu moro (Nashville-TN) tem uma grande diversidade de pessoas e uma boa variedade de atividades para se fazer; é dificil ficar entediado em Nashville.

Do que você sentiu mais falta/saudade de seu país?

Sem dúvida família e amigos.

O que mais o surpreendeu em relação à vida e educação nos Estados Unidos?

A disponibilidade dos professores e a amizade desenvolvida com eles foi um ponto muito interessante. Mesmo não estudando mais no IEI, ainda tenho contato com todo o pessoal de lá e mantemos uma boa amizade.

International English Institute

Como você administrou:
· as diferenças no idioma?

Estudando bastante e sempre procurando me corrigir e saber se estava fazendo a coisa certa. Os professores do IEI me ajudaram e ainda ajudam muito no meu desenvolvimento.

· as finanças?

Antes de vir para os Estados Unidos eu planejei qual seriam as minhas despesas mensais e quanto tempo eu iria precisar para concluir todo o meu estudo. O IEI me forneceu boas informações com valores médio das despesas com moradia, transporte e alimentação. Comparando despesa e comodidade, eu acredito que Nashville é uma boa cidade. Não é um grande centro como Nova York ou Chicago, mas também não é uma cidade pequena do interior o que ajuda muito em questão de despesas se comparado com grande cidades.

· sua adaptação ao sistema educacional americano?

Foi bem tranquilo. Não tive nenhuma dificuldade em acompanhar os estudos tanto na escola de inglês como na universidade. Um detalhe interessante é que eu não costumava ter notas tão boas quando estudava no Brasil. Acho que o sistema educacional nos Estados Unidos não é muito diferente do Brasil.

Em que atividades você participou?

Em várias atividades. O IEI planeja viagens pelo estado do Tennessee a cada dois meses. Com a escola, tive a oportunidade de conhecer Memphis (onde fica a casa do Elvis Presley), Atlanta (Museu da Coca-Cola e Estúdios da CNN) e Lynchburg (onde fica a destilaria que produz Jack Daniel´s). Sem contar que todos meses a escola agenda diferente eventos envolvendo estudantes internacionais e americanos para que os estudantes tenham a oportunidade de conhecer mais sobre a cultura americana. Mesmo tendo bastante atividades com a escola, acabei fazendo bastante coisas por conta própria como participar de eventos de arte, música e esporte na cidade. Nashville oferece uma variedade de eventos e em todos os meses tem algo novo acontecendo na cidade.

Foi fácil fazer amigos nos Estados Unidos?

Sim. Vários amigos americanos e muitos amigos internacionais. Mesmo não estando na escola de inglês eu ainda tenho contato com amigos do Japão, Arábia Saudita, Coreia, Espanha, Chile, Argentina, Alemanha e muitos outros lugares. Parte desses amigos continuam estudando em alguma universidade nos Estados Unidos e outros voltaram para seus países.

Quanto tempo você estudou nos Estados Unidos? Até que ponto tem melhorado seu inglês?

Estudei inglês por 8 meses e completei meu primeiro ano de estudos em finanças no final de 2013. Meus primeiros 8 meses foram cruciais para me preparar e obter segurança para encarar as aulas de MBA na universidade.

Quais são suas metas em relação a carreira profissional ? Até que ponto sua educação nos Estados Unidos será útil para atingir estas metas e as necessidades de seu país?

Minha meta profissional no curto prazo é finalizar o meu MBA e em sequência trabalhar na minha área por um ano nos Estados Unidos (O governo americado autoriza trabalhar por um ano depois que o estudo superior é completado). Depois disso não tenho nada planejado mas estou otimista com oportunidades futuras. Sem dúvidas toda a educação adquirida nos Estados Unidos terá uma grande importância na minha carreira profissional. Além do aprendizado da língua, acredito que a vivência e o conhecimento adquirido em uma universidade americana será muito bem reconhecido no Brasil.

O que você aconselharia a outros estudantes do seu país?

A resposta para essa pergunta depende das metas e do foco de cada estudante. Tempo, paciência e perseverança são palavras importantes quando se pretende estudar em um outro país.

Show More

SUSA_img_200x55.jpg
Baixe nossas revistas Study in the USA®