Laura Soares do Brasil: cursando lingüística na Georgetown University, Washington, DC.

Laura Soares do Brasil: cursando lingüística na Georgetown University, Washington, DC.

Entrevista:

Laura Soares do Brasil, cursando lingüística na Georgetown University, Washington, DC.

Como você escolheu a universidade?

Escolhí a Georgetown University, porque sei o quanto respeitada é esta instituição de ensino no ambiente acadêmico e porque o seu curso de inglês oferece uma série de vantagens para o estudante.

O que você mais gostou de sua experiência?

A diversidade de pessoas e de culturas é algo que me fascina nos Estados Unidos.

Do que você sentiu mais falta de seu país?

Sinto falta de minha cidade, São Paulo. E, claro, sinto muita falta de minha família e de alguns amigos queridos que deixei no Brasil.

O que mais a surpreendeu?

Surpreende-me sempre a extrema praticidade dos americanos na resolução de problemas. Neste país, a regra parece ser : não fique remoendo os seus problemas, não há tempo para isso; busque alternativas para solucioná-lo; enfim, é o bom e velho "time is money".

Como você administrou:

…as diferenças no idioma?

Trabalhei no Brasil como Professora de Português por oito anos e, em razão disso, durante o processo de aprendizagem do inglês, procuro estabelecer conecções entre esses dois idiomas para melhor entender as estruturas gramaticais da língua inglesa.

… sua adaptação ao sistema educacional americano?

Procuro prestar o máximo de atenção a tudo o que os meus professores dizem para que eu não perca nenhum detalhe do que está sendo explicado e possa aprender novas expressões em inglês e aumentar meu vocabulário.

Em que atividades você participou?

Assim que cheguei aos Estados Unidos, participei como voluntária de um projeto social chamado Brazil Foundation situado na cidade de Nova York. Eu costumava atuar como revisora dos textos dessa organização. Foi muito bacana ter trabalhado com esse pessoal.

Foi fácil fazer amigos nos Estados Unidos?

Tive a felicidade de encontrar amigos verdadeiramente queridos nos Estados Unidos. Hoje tenho amigos de muitas partes do mundo.

Até que ponto tem melhorado seu inglês?

Tenho vivido nos Estados Unidos por um ano e meio e, claro, tenho estudado bastante. Percebo que os meus conhecimentos de inglês têm progredido dia-a-dia. Sinto que um avanço muito grande ocorreu, principalmente, na conversação e na escrita.

Até que ponto sua educação nos Estados Unidos será útil?

Minha meta profissional é promover eventos culturais no Brasil e nos Estados Unidos, a fim de que cada vez mais pessoas conheçam a rica e diversificada cultura brasileira. Creio que essa vivência numa universidade americana me trará a base de que necessito para alcançar tal intento.

O que você aconselharia a outros estudantes?

Para aqueles que pretendem embarcar nessa aventura, eu recomendo: paciência, essencial no processo de adaptação à nova vida; otimismo e bom humor, ferramentas importantes diante das adversidades que poderão surgir.

Show More

SUSA_img_200x55.jpg
Baixe nossas revistas Study in the USA®

Related Schools